Páginas

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Registro: Torneio Interno Dezembro/17 (I)

Prezados Torcedores Responsáveis,

Seguem abaixo os resultados, fotos e comentários do nosso sensacional Torneio Interno de Dezembro/2017, que contou com a presença ilustre de Gilberto Costa, treinador da Seleção Brasileira de Futebol de Areia - eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo na modalidade, invicto há 47 partidas! 

As fotos estão em nosso álbum, no link abaixo:

[Craques reunidos; ao centro, o treinador Gilberto Costa]


Categoria 08 a 10 anos (Capitães com*):

CampeãoIrineu [Ravi*, Luca, Pedro Barreto, Pedro Porto, Bento, Martin.]



Vice-CampeãoTime de Ouro FC [Caetano*, Diogo, João Caminha, Pedro Burlamaqui, Felipe Stopatto, Felipe Lima.]




3o LugarO Nome do Time É [Arthur Storino*, Miguel Mexas, Yuri, Mathias, Henrique, Daniel Holck.]




4o LugarGatorade de Tangerina [J. Pedro Pinho*. Flora Nicole, Bernardo Pessanha, Gabriel Junqueira, Antonio Estrella.]



5o LugarAzuis FC [J. Pedro Sloboda*, Lucas Bond, Gabriel Brakarz, Felipe Bastos, Pedro Vieira, Felipe Fonseca.]



*Premiação Especial (a cor corresponde à equipe):

Craque: Lucas Bond
Artilheiros: Arthur Storino, João Caminha e Flora

[Goleirão: Pedro Porto recebe a medalha de Gilberto]

Melhor Goleiro: Pedro Porto
Medalha Raça: Lucas Bond

***
Ninguém educa ninguém sozinho. Ou, ao menos, não atinge a potência da educação naquilo que ela pode oferecer de mais rico: a vivência dos contrastes. Vitória e derrota, frustrações e alegrias, jogada certa ou errada, bola na trave ou  na rede. O futebol é um esporte muito rico para ajudar no trabalho de educação, na medida em que exige de nós, perdoem o clichê, corpo e alma. 

É justamente por isso que contamos, deliberadamente, com a ajuda dos familiares na tarefa impossível - segundo Freud - de educar. Impossível no sentido de incompleta por excelência. Vamos fazendo o possível neste trabalho cotidiano de formiguinha. 

Fica aqui registrado nosso pedido de desculpas à equipe vermelha, por conta de uma falha na contagem do saldo de gols, ao anunciar os finalistas da competição. Nossas desculpas, também, à matemática.

E fica, é claro, nosso agradecimento pela compreensão geral por estarmos, incessantemente, buscando lidar e apresentar aos nosso alunos a ideia de verdade. Do amor à verdade, mesmo diante das formas mais duras e decepcionantes com as quais ela possa estar vestida. 

Tal é a postura que costumamos ver nos grandes campeões - e é aí que nos inspiramos.

[Lucas Bond em ação: craque sendo perseguido!]

Aquele abraço, saudações esportivas

4 comentários:

André disse...

MUITO OBRIGADO por toda a dedicação, carinho e atenção com meu filho durante todo o ano! Ensinar futebol e cidadania ao mesmo tempo é um desafio! E vcs fazem um ótimo trabalho..... ganhar é ótimo, mas não é tudo....mais importante é trabalhar, treinar, se divertir, respeitar os Colegas...

Um abraço

Nane disse...

Quero deixar meu registro de total confiança no seu trabalho. E de que seu exemplo contribui na educação do meu filho com valores que buscamos transmitir sempre para ele, que são o respeito, afeto, acolhimento, companheirismo, e sobretudo de aprendizado com erros e acertos. Errar, erramos todos. O que nos faz crescer e nos tornar pessoas melhores é como lidamos com cada um dos acontecimentos.
Um abraço

Estêvão Kopschitz Xavier Bastos disse...

Excelente torneio! Parabéns, Rodrigo e todos os professores! Até o time que ficou em 5º ficou feliz, com a atuação na emocionante última partida, que levantou a torcida!

Rodrigo Tupinambá Carvão disse...

Isso aí! Valeu!!