Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Copa Futsal 2016: Resultados da 1a Rodada

Caros (as),

A 1a Rodada da Copa do Mundo de Futsal 2016 animou a torcida! Tivemos jogos equilibrados e emocionantes, com um bom desempenho geral neste início de competição. A avaliação dos professores é de que este ano a Copinha está muito parelha. Acompanhe abaixo os resultados e as fotos das seleções do Clube Militar / Chutebol, bem como os comentários acerca das atuações:

Portugal 0 x 0 Suécia (sub-10)


Nunca é fácil jogar numa estreia. Portugal enfrentou a Suécia, muito bem montada e que utilizava o goleiro para armar as jogadas - algo pouco comum nesta categoria. A marcação ficou dificultada, mas os jogadores não se intimidaram; se não obtiveram o domínio da partida, tampouco se entregaram. Resistiram às investidas do adversário e não abdicaram de contra-atacar. Mostrou-se um time valente! Quase conseguimos um gol no último lance do jogo. Bom início contra um adversário forte. 


Austrália 1x1 Rep. Tcheca (sub-14)


Em nossa avaliação a Austrália não fez uma boa partida. Teve bom começo, se valendo da velocidade (sua principal característica) para pressionar o adversário. Aos poucos, no entanto, foi perdendo o ímpeto e, no decorrer do jogo, se viu em perigo diversas vezes até levar o gol. Ficou sem jogadas na saída de bola. Será preciso encontrar uma proposta mais definida de jogo, e estas coisas são conversadas com os jogadores. No final, como se diz na gíria, 'achou' um gol que garantiu o empate. Mas podemos dizer que, apesar de tudo, a equipe não se entregou. Só que precisa evoluir muito para se classificar.


Gana 2x1 Coréia do Sul (sub-8)


Os jogos desta categoria matam a gente do coração. Pela instabilidade própria da faixa etária, costumam ser as partidas mais imprevisíveis. No entanto, a equipe de Gana mostrou boa organização e muita vontade de vencer! Pressionou e dominou o adversário durante toda a partida, fez um gol, contou com ótimas atuações individuais - e mesmo quando levou o empate não se abateu. Continuou buscando a vitória. Um empate àquela altura não fazia jus ao nosso volume de jogo, mas sabemos que a ideia de justiça no futebol é muito precária... Felizmente para nós, com todos os méritos, veio o gol salvador no final e podemos dizer que foi muito, muito merecida a vitória! A torcida enlouqueceu!


Bélgica 2x1 Grécia (sub-10)


A Bélgica foi outra de nossas equipes que se apresentou muito valente: iniciou a partida desligada, com alguns jogadores demorando a entrar no ritmo necessário neste tipo de competição. Levamos um gol e tememos pelo pior. Mas não foi isso o que aconteceu... O time conseguiu se reorganizar, foi ganhando confiança e consistência, criando oportunidades. Fez o gol de empate e, no último lance da partida, marcou novamente, explodindo o ginásio e garantindo três pontinhos preciosos!


Nigéria 0x3 Rússia (sub-14)


A Nigéria enfrentou duas dificuldades: a ótima equipe adversária e a própria indefinição acerca de sua proposta de jogo. É uma equipe que consideramos como tendo alguns jogadores habilidosos para ficar com a bola nos pés. No entanto, como sabíamos, a partida seria contra uma equipe tecnicamente superior. A ideia inicial, de marcação meia-quadra e velocidade nos contra-ataques vinha sendo executada de maneira razoável no primeiro tempo - até levarmos o gol. No intervalo conversamos sobre a possibilidade de avançar a marcação para tentar pressionar o adversário, quando levamos o segundo e o terceiro gols em falhas infantis. No final, a derrota por goleada serviu para aprender uma coisa: é preciso definir uma proposta de jogo e cumpri-la com rigorosa determinação em quadra. Seja uma proposta mais ofensiva ou mais defensiva. Este é o dever de casa da Nigéria para se recuperar na competição. Ainda dá! 



Camarões 2x1 Irlanda (sub-8)


Assim como nossa outra equipe na categoria, Camarões se impôs na partida. O adversário também teve bons momentos, mas nossas investidas ao ataque eram velozes e perigosas. Abrimos o marcador e não diminuímos a intensidade no jogo. A Irlanda também apresentava bom volume de jogo, mas de alguma maneira apresentávamos mais segurança e força ofensiva. Foi assim que chegamos ao segundo gol. Perto do final do jogo, no entanto, depois de um cochilo da defesa levamos um gol. Não chegamos a ficar em risco e o time venceu merecidamente - com ótimas atuações individuais e coletiva! Parabéns!


Peru 1x2 Argentina (sub-12)


O Peru pegou uma Argentina forte, inclusive fisicamente. No início pareciam assustados e levaram dois gols ainda nos primeiros minutos. Aos poucos, no entanto, puderam perceber que neste tipo de torneio é preciso se arriscar mais ao jogo: manter o corpo firme, ganhar divididas, sustentar um lugar de força, mesmo. Só assim as qualidades técnico-táticas podem aparecer e fazer a diferença. O Peru teve o mérito de se reorganizar e não desistir da partida (algo que trabalhamos muito com nossos alunos). Mesmo sendo dominado, conseguiu resistir e fez seu gol. A aprendizagem aqui parece ser a de conseguir sustentar um lugar de força competitiva mesmo, pois enxergamos potencial técnico-tático para melhores resultados. Vamos lá!


Uruguai 5x1 Equador (sub-12)


O Uruguai construiu nossa primeira goleada este ano! Com uma atuação segura, que foi crescendo durante a partida, a equipe abusou da velocidade e da precisão nos passes para envolver o adversário. Mesmo não sendo fisicamente forte para a categoria, não se intimidou e mostrou futsal de qualidade. Fez 3x0, levou um gol (que poderia reanimar o adversário), mas logo depois marcou mais dois e garantiu a vitória. Deve jogar contra um time bem forte na rodada seguinte. Valeu muito a vibração em quadra e a alegria pela bela vitória!


Inglaterra 3x2 Croácia (sub-10)


Arrisco dizer que a Inglaterra fez a partida mais emocionante desta primeira rodada. A equipe da Croácia emparelhou o jogo desde o início, mostrando-se veloz e com jogadores habilidosos. Seguiu-se um roteiro comum aos grandes jogos: a perseguição implacável. Fizemos 1x0, eles fizeram 1x1. As chances de gol se sucediam de lado a lado, a meu ver com uma leve supremacia de nossa equipe. Curiosamente, quando o adversário se apresentava melhor na partida, fizemos 2x1 em linda jogada. Pensávamos que iríamos respirar, mas houve pênalti para a Croácia: 2x2. E o coração aguentando... Até que, finalmente, numa jogada trabalhada de escanteio, conseguimos finalizar e dar números finais ao placar - não sem aquele friozinho na barriga até o final da partida... Ótimo jogo, grande apresentação!

***

[Adversário não é inimigo!]

Agradecemos às famílias pela torcida e pelo apoio aos jogadores. Costumamos lembrar a eles que, no fim das contas, é o amor ao esporte que faz com que todos estejamos ali, querendo vencer - porque adoramos futebol! Daí o sentido de toda esta mobilização, de familiares e profissionais do esporte, para que eles possam se arriscar ao jogo, aprender, suportar as falhas e celebrar os acertos. A campanha 'Adversário não é inimigo', que empunhamos a cada partida, surge desta elaboração, pois sem o oponente não há jogo!

Até a 2a rodada!

Aquele abraço, saudações esportivas

Nenhum comentário: