Páginas

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Copa Futsal 2015: Resultados da 1a Rodada

Caros (as),

A 1a Rodada da Copa do Mundo de Futsal 2015 foi muito difícil pra nós. Perdemos a maioria dos jogos. Enfrentamos equipes bem fortes - mas, como é do nosso lema, jogamos sempre com bravura, até o final! O momento da derrota é o de manter a tranquilidade, confiando nos treinamentos e nas oportunidades que virão. Sempre é possível melhorar, não é mesmo?

[Aquecimento pro jogo!]

Ficamos devendo as fotos das equipes montadas, que faremos na 2a Rodada. Na 3a Rodada, ainda, teremos um fotógrafo profissional para registrar as partidas. Seguem abaixo os resultados do último final de semana:

Bósnia 1 x 4 Holanda (sub-10)
Argentina 4 x 0 Colômbia (sub-12)
EUA 0 x 2 Peru (sub-12)
Alemanha 0 x 2 França (sub-10)
Costa Rica 6 x 1 Uruguai (sub-12)
México 3 x 7 Sérvia (sub-8)


***
> Comentários

A equipe da Bósnia começou bem a partida, mas logo de cara todos viram que o jogo não ia ser fácil: o adversário era forte e com jogadores habilidosos. Após perdermos algumas chances para abrir o placar, a Holanda fez 2x0. Nós voltamos bem no segundo tempo, fizemos 2x1, mas quando levamos o terceiro não encontramos mais forças para reagir. Na avaliação que fizemos, a Bósnia tem todas as condições de subir para buscar a classificação. 

A Argentina, com muitos jogadores acostumados à competição (a base é a atual campeã da categoria), impôs seu ritmo, controlou o jogo e, sem maiores problemas construiu aos poucos a goleada de 4x0. É time forte e apostamos que vai brigar no topo da tabela.

Os EUA fizeram um bom jogo, também. No entanto, levou gols em duas falhas de posicionamento que este tipo de competição não costuma perdoar - um escanteio e um contra-ataque sem cobertura. Mas foi realmente incrível a quantidade de bolas que chutamos em gol, tendo diante de nós um inspiradíssimo goleiro do Peru. Futebol é duro, e a bola teimava em não entrar. Pegou muito, o rapaz...

A Alemanha fez um jogo equilibrado contra a França, que era mais forte tecnicamente. Mas estivemos bem organizados, com o sistema defensivo sendo muito exigido. Em nossa avaliação foi um aprendizado muito bom os jogadores terem se mantido concentrados durante toda a partida, sem desmoronar. No fim, a categoria do adversário prevaleceu.

Costa Rica apresentou-se muito bem. Começou pressionando o Uruguai e, logo no início, abriu 2x0. O placar dilatado foi sendo construído aos poucos e, com boa atuação individual e coletiva, começou a competição com uma goleada. Deverá enfrentar uma equipe bem forte na próxima rodada.

Por fim, nossos pequenos: o sub-8 do México começou o jogo assustado. Levou 2x0 com menos de dois minutos. Estava desfalcado de dois jogadores (um deles, o goleiro). O treinador pediu tempo e lembrou: "Antes desta ou daquela tática, vocês precisam atravessar esse susto. Tem de botar o pé na bola com força e se soltar. Sem suor, não tem tática nenhuma". A turminha, que estava branca e pálida de susto, voltou à quadra em rotação mais alta: começou a ganhar dividida, chegou a encostar no placar (2x3), e jogou com a bravura que tanto gostamos. A torcida se empolgou e deu pra ver que temos um pequeno e valente time, que vai evoluir dentro da competição, podem apostar!

***
No mais, gostaríamos de agradecer pela presença de todos. Lembramos ainda que, mesmo sendo uma competição, temos o compromisso pedagógico de colocar alunos menos habilidosos para terem a oportunidade de experimentar um torneio neste nível. Para isso, há uma preparação para que, mesmo não sendo habilidoso, o jogador possa competir - pelo posicionamento aprendido nas aulas e pelas noções de solidariedade e valentia em quadra. Conjugar a vontade de vencer com o compromisso pedagógico (um não deve anular o outro) é das tarefas mais difíceis para o professor/treinador. Aliás, em todas as vezes que vencemos esta copinha, tudo se deu com a maior naturalidade: entre craques e coadjuvantes, todos participando e dando o melhor de si. É um campeonato de escolinhas - e não de clubes federados. Deste princípio, não abrimos mão. Quem tiver de ganhar, vai ganhar, podem apostar. E quem não ganhar vai aprender o que (e como) puder aprender. 

É assim que é.

Simbora!

Aquele abraço, saudações esportivas

5 comentários:

Débora disse...

Ola Rodrigo,

Tudo bem?
A Copa foi ótima!

Paulo disse...

Prezados Rodrigo e Tiago,


Parabéns pelo esforço. Ví que o dia não é mole. Começa cedo e acaba tarde, mas sempre contamos com a dedicação de vcs.

Um abraço,

Paulo

Rodrigo Tupinambá Carvão disse...

Valeu a força! Pois é, começa cedo e acaba tarde... haja coração e... disposição!

Grande abraço

Katia disse...

Sou sua fã!

Rodrigo Tupinambá Carvão disse...

=)