Páginas

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Obrigado, Manoel

Manoel desfaleceu. Desmorreu. Descansou. Destudo. Desdizendo, disse tudo. Dá uma tristeza danada perder essa gente boa. Vou ficar com o sorriso. Mesmo que triste, com o sorriso de desviver.

Merda: Manoel de Barros morreu.

O blog Chutebol está de luto porque sente como se tivesse perdido um padrinho.


17 comentários:

Lucas Santtana disse...

Putz, que perda. Um imortal

Alfredo Sertã disse...

Grande perda!

Rodrigo Tupinambá Carvão disse...

Haja coração...

Tania disse...

Manuel agora fará prosa e poesia no céu.... Com a lua, com as nuvens, com os pássaros, com os raios de sol!!
Com a alma livre pensem só.... Quanta poesia!!
Voa em paz Manoel!

Lara disse...

Hoje é dia de revivê-lo!! Bjs e obrigada por tudo, inclusive pela delicadeza dessas palavras!

Rodrigo Tupinambá Carvão disse...

Esse céu tá ficando rico, e a gente aqui embaixo tem de ralar pra repor essa belezura que vai indo...

Leana disse...

Fica a letra, as historias, os escritos...eternos!!!!
Abc

Izabel disse...

É isso aí Rodrigo. Continuaremos amando ele como se vivo estivesse.

"Me procurei a vida inteira e não me achei - pelo que fui salvo" ...
"No meu morrer tem uma dor de árvore"


Abs.

Mirian disse...

Compartilho essa dor, Rodrigo!
De fato, perdemos um grande homem!!
Bjs,
Mirian

Paula disse...

Duplamente triste hoje.
Sem Leandro Konder e sem Manoel de Barros......

Ascensão (Manoel de Barros - 1916-2014)
Depois que iniciei minha ascensão para a infância,
Foi que vi como o adulto é sensato!
Pois como não tomar banho nu no rio entre pássaros?
Como não furar lona de circo para ver os palhaços?
Como não ascender ainda mais até na ausência da voz?
(Ausência da voz é infantia, com t, em latim.)
Pois como não ascender até a ausência da voz -
Lá onde a gente pode ver o próprio feto do verbo -
ainda sem movimento.
Aonde a gente pode enxergar o feto dos nomes -
ainda sem penugens.
Por que não voltar a apalpar as primeiras formas
da pedra. A escutar
Os primeiros pios dos pássaros. A ver
As primeiras cores do amanhecer.
Como não voltar para onde a intenção está virgem?
Por que não ascender de volta para o tartamudo!

Jorge Volnovich disse...

"Não preciso do fim para chegar.
Do lugar onde estou já fui embora"

Realmente, uma perda para todos nos
Jorge

Maria Xavier disse...

Realmente é uma perda...DOLORIDA!

Nanci disse...

Você e incrível, tem uma sensibilidade com o mundo e a quem colabora para um mundo melhor , não perca nunca esta vontade de compartilhar tudo que e bom com a gente, e por favor transmita isso para os seus passarinhos, que estão começando a sair da gaiola , mas que precisam primeiro aprender com vc todos os segredos para voar sempre na direção do bem!

Anna disse...

Lindo.

Tomás disse...

Que beleza de foto e de mensagem, Rodrigo!


Obrigado!

Abraço grande


Tomás

Katia disse...

Lindão

Obrigada

Gysa disse...

Lembrei, quando soube da notícia pela TV, que ainda teria ele aqui...no chutebol.