Páginas

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

João Ubaldo no Chutebol!

Caros (as),

Trago hoje ao Chutebol o grande João Ubaldo Ribeiro, numa belezura de livro que ele fez para as crianças. Belo, singelo e profundo. A ilustração é uma delícia! Fica a dica!

"Meu pai nunca me deu estes conselhos da forma sistematizada que está aí. Mas deu todos, inclusive mostrando como era que se fazia. Acho que ele não se incomodaria por eu passá-lo adiante, pois ele também tinha muita consciência política.



*'Não seja tutelado'. Não permita que as pessoas resolvam as coisas por você, por mais que o problema seja chato de enfrentar. Não finja que acredita em nada do que não acredita, não deixe que lhe imponham uma opinião que você está vendo que não pode ser sua.

*'Não seja calado'. Seja calado só por educação, até o ponto em que isto não o prejudicar. Se prejudicar, só cale a boca quando deixar de prejudicar. Não seja insolente e não tolere a insolência.

*'Não seja ignorante'. Não ser ignorante é um dos mais sagrados direitos que você tem e, se você não usa voluntariamente esse direito, merece tudo o que de adverso lhe acontece. Se você sabe fazer bem o seu trabalho e conduzir corretamente sua vida, você não é ignorante. Mas, se recusar todas as oportunidades possíveis para aprender, você é. Se lhe negam o direito a não ser ignorante, você tem o direito de se rebelar contra qualquer autoridade.

*'Não seja submisso'. Reconheça suas faltas, mas não se humilhe. Não existe razão na natureza que diga que você tem de ser submisso a qualquer pessoa. Toda tentativa de submetê-lo é muitíssimo grave.

*'Não seja indiferente'. Ser indiferente em relação ao semelhante ou ao que nos rodeia, quer você seja religioso ou não, é um dos maiores pecados que existem, porque é um pecado contra nós mesmos, um suicídio.

*'Não seja medroso'. Todo mundo tem medo, mas a pessoa não pode ser medrosa. Para viver e fazer, é necessário manter uma coragem constante e acesa. Isto consiste em vencer a própria pequenez e é um dever e uma obrigação para com nós mesmos.

[Adaptado de 'Dez Bons Conselhos de Meu Pai' - João Ubaldo Ribeiro, 2011]


2 comentários:

Gysa disse...

Lindo!! Como sempre muito proveitoso passar pelo chutebol.

Fatima Amorim disse...

Muito legal sua resenha. Fiquei com vontade de ler o livro.Bjs