Páginas

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Registro: Torneio Interno/Julho 2012

Prezados Torcedores Responsáveis,

A molecada deu show no Torneio Interno de Julho/2012! Muita disposição, capricho no posicionamento e na armação das equipes (eles estavam concentrados!), ótimas partidas e, acima de tudo, muita alegria para jogar futebol! Tivemos ainda o Torneio Feminino, que contou com a participação de 02 equipes do Clube Militar, e 01 equipe convidada!

Segue abaixo a classificação dos torneios, as equipes (com suas respectivas cores, e os capitães em destaque), a premiação especial e, claro, as fotos do nosso álbum do picasa. Quem tiver fotos para enviar, é só mandar que colocamos no álbum (ali, no canto inferior direito do blog). Agradeço desde já aos pais que enviaram material pra gente!

Muito legal também foi a presença de alunos mais novos, das turminhas de 04 a 06 anos (que ainda não competem), que foram lá pra assistir, pra sentir o clima, pra sacar como é aquele lance de frio na barriga... 

[Campeões!]
1o Lugar: Equipe "Sei Lá" [Bernardo Pimentel, Yan, J. Victor, Antonio Pedro, Gabriel C., Victor, Miguel]
2o Lugar: Equipe "Madri FC" [Theo, Marcos, Mariano, Pedro B., Artur, Pedro L., Gabriel A.]
3o Lugar: Equipe "Vampiros Azuis" [Bernardo Pessoa, Pedro P., Vicente, Tom, Felipe, Gustavo].

[Alegria, alegria!]
*Premiação especial [a cor corresponde à equipe do jogador]:
> Craque do Torneio: João Victor Terra
> Artilheiros: João Victor Terra e Bernardo Pimentel (3 gols cada)
> Melhor Goleiro: Pedro Pereira
> Medalha Raça: Felipe Miranda


Torneio Feminino:
1o Lugar: FFGel [equipe convidada]
2o Lugar: Militar Cinza [Rafaela, Victória, Patrícia, Nicole, Júlia, Carina]
3o Lugar: Militar Azul [Vanessa, Yasmin, Débora, Mariana, Luiza, Iara]

*Premiação especial [a cor corresponde à equipe da jogadora]:
> Craque do Torneio: Rafaela
> Artilheira: Ana Paula Tanaka (5 gols)
> Melhor Goleira: Natália
> Medalha Raça: Iara


[Bom jogo!]
Então é isso: ficamos por aqui. Agradecemos mais uma vez ao apoio das famílias, que sempre dão aquela força! E lembro, por último, de uma questão que sempre vem à tona, e que foi levantada lá: o imponderável do futebol, como dizia o genial Nelson Rodrigues, está aí para nos fazer rir e chorar. Quando montamos as equipes, passamos horas a fio arrumando tudo pra ficar o melhor possível. Mas aí um jogador joga mal no dia; outro, não vai; outro, que normalmente não treina tão bem, rende à beça... E o acaso entra na parada. Um pênalti perdido, um gol no final do jogo, um capricho da sorte... Cruyff fala disso na postagem anterior, aqui no blog. Vale a espiada.

Cabe a nós aceitarmos nossos próprios limites, buscando melhorar sempre, e reconhecendo as diferenças, quem foi melhor, quem é craque... É assim. Arriscar-se ao jogo, com o amparo do adulto: tal é a nossa proposta. No fim das contas, o que vale é o prazer de jogar e as diversas aprendizagens conquistadas - isso é o que fica!

[A marcação & o distinto público]
Pra mim, arriscar-se ao jogo é metáfora mais que saudável pra uma criança: a de arriscar-se na vida. Não há garantias. O que podemos dar é amparo.

Aquele abraço, saudações esportivas

Nenhum comentário: