Páginas

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Lucas Santtana no Chutebol

Caros (as),

Segue abaixo pequeno depoimento pra lá de legal do músico Lucas Santtana, pai do nosso aluno Josué Santtana, sobre a experiência deles no nosso projeto - por conta do nosso décimo aniversário (viva a gente!), comemorado em 2011.


Pra ilustrar o que ele diz, como pai, um trechinho da nossa circular de entrada ('Brincar de Bola'), que convida pais e alunos ao projeto:

"A infância não é um dado biológico. É uma construção sócio-cultural. Uma boa frase diz que ‘ser criança não significa ter infância’. E o que poderia estar mais relacionado à infância do que, como diz Winnicott, algo tão óbvio quanto o brincar? (...)

Podemos encarar o esporte como elemento importante na experiência de vida de cada um. Mas como? De nossa parte, criamos e propomos a sequência ‘Brincar – Jogar – Competir’. Desta maneira, apostamos no brincar espontâneo dos alunos (crianças e jovens), passando às atividades psicomotoras, às brincadeiras próprias da nossa cultura, para então introduzirmos todo um universo de atividades técnico-táticas – aquilo a que chamamos de Treinamento. Afinal, a cultura brasileira de jogar futebol não nasce da brincadeira?"

***
Para o site do Lucas Santtana, acesse http://www.lucassanttana.com.br/. O último trabalho dele segue abaixo, sonzera!


Aquele abraço, e saudações esportivo-musicais!


6 comentários:

Francine Albernaz disse...

Esse menino me enche de orgulho! Parabéns, Didão!

Tiago Peregrino disse...

Irado, cara. Não preciso nem falar o filme que passou na minha cabeça, né? Parabéns pra você e pro Chutebol.

lucas disse...

obrigado Rodrigo! sua escola e sua maneira de pensar o esporte sempre fez muito bem ao meu filho
abs
Lucas

Rodrigo Tupinambá Carvão disse...

Valeu, galera!
Grande abraco!

Anônimo disse...

Biga, achei por feliz acaso há um ano atrás na internet esse brother, Lucas Santana, grande artista, mandando uma somzeira q achei iradíssima, letra, musica, tudo: Lycra Limão! Bom saber que voces estão ligados. Abçs rocks. Li.

Rodrigo Tupinambá Carvão disse...

Valeu, Ulisses!
abs!